About

Hoje todos falam em descentralização cultural, nós desde 1976 que a promovemos com os nossos trabalhos.

A Capoeira

Companhia de Teatro de Barcelos foi fundada em 16 de Outubro de 1976, na cidade de Barcelos, por um grupo de trabalhadores e estudantes, dirigido por Fernando Pinheiro, tendo apresentado o seu primeiro espectáculo em Fevereiro de 1977, “Quadros Soltos”, no então Liceu Sá de Miranda, de Braga.

Em 1980 A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos decide aderir à Milho Rei – Cooperativa Popular de Informação e Cultura de Barcelos, CRL e transformar-se no seu Departamento de Teatro. Adopta os seus Estatutos e Regulamento Interno, os quais lhe concedem autonomia administrativa, orgânica e financeira.

Em 26 de Maio de 2001 os sócios de A Capoeira votam por unanimidade a constituição de uma associação cultural do direito privado sem fins lucrativos, abandonando a associação que mantinham com a Milho Rei, cujos projectos, com o tempo, se tornaram incompatíveis.

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO

O desenvolvimento do nosso trabalho acenta num estudo de viabilidade sobre a vantagem da adopção de um modelo organizativo que permita a sustentabilidade de uma estrutura profissional, no âmbito de um quadro funcional de grande flexibilidade, onde a Companhia possa desenvolver programas profissionais autónomos, e apoiando programas amadores autónomos e programas conjuntos, num quadro de grande solidariedade e complementaridade, considerando o elevado potencial artistico e as virtualidades da Academia de teatro de Barcelos.


constituição de um Centro Difusor de Artes do Espectáculo, ainda que em regime de parceria com instituições públicas ou privadas, como dinamizador da vida cultural da cidade e do concelho e fomentador de relações culturais com o resto do país e da Comunidade Europeia.
Criação de um Centro de Formação Integrada, particularmente no campo da expressão artística e social (teatro, comunicação social, desenvolvimento cultural, etc.), através da organização de cursos, congressos, seminários, etc.

SÍNTESE DA ACTIVIDADE

A Capoeira, apesar de ainda não ser uma companhia integralmente Profissional, visita com regularidade anual cerca de 20 concelhos do Norte do país, sendo, contudo, mais intensa a sua intervenção no Vale do Cávado. Nos últimos anos realizou em média 60 espectáculos ano, para cerca de 10 mil espectadores.

- 67 Montagens até dezembro 2017
- 1 500 Representações no Pais e na Galiza
- mais de 250 000 Espectadores